voo

31 comentários:

Su disse...

o vento inventa e me leva para qualquer lugar em suas asas!!
Beijos, querida

Outras memórias disse...

QUanta delicadeza dessa brisa expressa em palavras e imagem!

Valéria C. disse...

soa... cada vez melhor
beijo beijo e mais beijo

Pequena Poetiza disse...

a invenção
a criação
não pode parar

beijos

Maluco do Pão disse...

fabuloso pequena garota...

Daniel Hiver disse...

Há tantas flores, onde como belas e doces abelhas, podemos pousar e depositar pólen.
Então fazemos rodar o círculo da vida. Tudo se renova e é disso que precisamos para novos "inventos".
Uma boa semana!

tito disse...

gostei dessa liberdade toda
beijo
Tito

douglas D. disse...

hoje acabei de escrever um pequeno livro artesanal chamado inverno!foi parido em 3 madrugadas. bela coincidência, não?

Ademerson Novais disse...

sempre brihante em suas singelas frases...


Ademerson Novais de Andrade

douglas D. disse...

bem...pensei em fazer apenas uma cópia. mas, verei como ficou(acho que amanhã termino a capa) e, se eu gostar, aviso vc; daí, veremos como fazer, ok?

Claudinha ੴ disse...

Ahhh estas palavras... In Ventus maravilhosos! Beijão!

Camille disse...

Oi Clarice,
Lindos os dois poemas.
Chorei com seu comentario. Estou separada ha quase dois anos. Mas de repente me bateu uma dor tao grande. Acho que sonhei muito com aminha felicidade. Queria que alguem me dissesse justamente o que voce me disse.
Beijos,
Cam

Janaina Amado disse...

Adorei, Clarice, voei junto! :-))

Janaina Amado disse...

Clarice, quis enviar esta pergunta por e-mail, mas não encontrei o endereço. Então, pergunto aqui mesmo:
Posso lincar o seu blog?

Janaina Amado disse...

Pronto, Clarice, já tá lá.
Ah, eu também adoro o "Hora de vadiar", também conheço este desde a infância, postei lá no blog, alguns posts abaixo. Estou relendo Ascenso Ferreira, e adorando. Tem feminista e marxista que reclama, mas eu acho que estas são leituras reducionistas dele. Abração!

Rosangela Cunha disse...

Voar, voar...

Oh, doce loberdade!

Como é gostoso voar

em tuas asas!

Beijo, adorei a visita!

Patty disse...

Que delicia de voo.. 'inda vou ser assim. Beijo

Anônimo disse...

ta tudo mundo voando com teus poemas!!!!
beijo
Tito

Euza disse...

Cla, que vento mais saboroso este! E inventar combina perfeitamente com voar, né?:) Continue inventando pra que voemos juntos com vc!
Beijocas

Dauri Batisti disse...

Oi,

estou passando por aqui. Seus poemas-imagens são lindos. Há neles uma associação de prazeres, o que se lê, o que se vê. Fica muito bom, e bonito.

Um beijo.

Maria José disse...

Tem um selo “SOMOS TODOS IRMÃOS” no meu blog para você. Este selo representa o amor universal. Vamos participar desta corrente de amor, levando luz a todos os nossos irmãos.

daufen bach. disse...

Bom!! nao sei como parei aqui, mas estou adorando! que coisa linda teu espaço, tua poesia... essa fusão de verbo e imagem tá magnífica. Parabéns a ti. Muitissímos Parabéns!

Terno Abraço e tenha uma linda semana!

daufen bach.

Outras memórias disse...

Deve ser daqueles sorrisos que iluminam a vida...

Euza disse...

Um beijo aí em Jasmim! Outro procê!
E pode aguardar o livro. Já é seu! :)

Paulo Viggu disse...

Quero ser pipa in ventos neste jardim. Riodaqui/Paulo Viggu

Eliete disse...

Lindo, lindo, lindo.Valeu! bjs, Eliete

Anucha Melo disse...

aqui no piauí temos que inventar o vento.... hehehehebj

Daniel Hiver disse...

Os vôos da mente servem para nos fazer criar...

Outras memórias disse...

E a gente passa por aqui...pra pegar esse frescor!

tito disse...

dando uma olhadinha
beijo
Tito

Aninha Pontes disse...

É bom, as vezes viver ao sabor do vento.
Uma brisa gostosa, que nos faz sentir vivos.
Beijos minha querida.